quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

A ida do homen a lua

Desde o inicio da historia, a raça humana tem estado em guerra; primeiramente com membros de sua própria família, depois com seus conterrâneos, e por fim, entre as nações. Provavelmente os conflitos humanos, provem do carater natural da natureza humana, costumam-se dizer que nossos conflitos começam na verdade ainda quando somos embriões. Logo no começo da humanidade, decidiram construir a torre de babel, cujo tamanho seria tão alto que alcançaria os céus, e com ela se provaria ao mundo que havia uma raça superior.
Seria uma ironia de Deus que nunca terminaria. O tempo passou, as nações caíram, emergiu uma era de maquinas, onde uma vez mais, a higenuidade da espécie que dominava as demais, realizou o maior feito pelas mãos humanas, a maior maquina já contruida, com o nome de TITANIC. Em 10 de Abril de 1912, ele partiu ao mar, dizia-se que esse era o barco que nem mesmo Deus era capaz de afundar. Mas acabou resultando em uma ironia, pois o elemento que se supunha que o fazia flutuar, foi justamente o que o fez afundar, agua,  agua congelada em forma de iceberg, nem mesmo a sua primeira viagem ele chegou a concluir. Mas surgiria uma nova era de grandeza, e talvez a ultima, a era espacial. A competição pela vitoria não era paralela, as nações gastavam bilhoes em pesquisa para superar uma a outra. A União Soviética lançou o primeiro satélite artificial, o primeiro animal,  e o primeiro homem. Tinham 500% a mais de horas no espaço do que os EUA, e finalmente em Junho de 1969, lançaram uma nave sem tripulante a lua, obtiveram as primeiras amostras de solo de outro mundo, exatamente um mês antes que a Apolo 11, e assim se acirrou a corrida, sua nave chegou sem contratempos a superfície lunar, e a primeira pedra da superfície lunar seria trazida pela União Soviética.
O presidente americano nessa época, Richard Nixon, disse: ´´ é a maior semana depois da criação, maior evento depois da fundação dos mares, desde a origem do universo``. Foi uma maquina voadora com dois passageiros aterriçando em seu vizinho espacial mais próximo, e regressando, ao seu lugar de origem. Provavelmente mais uma ironia de Deus se esconde por trás de mais uma ousadia humana. A construção da mais alta torre com um único propósito de se sobressair entre as demais raças, nunca foi concretizada. A maquina que foi tão grandiosa, e que diziam inclusive que nem Deus afundaria, não completou se quer a sua primeira viagem. E finalmente, a coroação da raça humana, o maior êxito de toda a espécie humana, o maior evento da historia, aterrissar na lua. 20 anos depois, o mesmo programa espacial, não pode colocar em órbita um telecospio com a lente desenfocada. E como pode intao duas décadas antes, em uma missão 100 vezes mais complicada, ter sido um êxito na primeira tentativa? Isso traz um minucioso estudo do motivo da administração Nixon, um exame critico do controle total do governo sobre a imprensa. Mas chegamos a novas descobertas; a tripulação da Apolo 11 fingindo parte da missão, mostraremos detalhes do que pode ter sido; A MAIOR CONSPIRAÇÃO GOVERNAMENTAL DE TODOS OS TEMPOS.
Você pode ate estar pensando assim; se a ida do homem a lua foi uma farsa, alguém já teria denunciado. E eu te pergunto; denunciar a quem? Tenha em mente uma coisa, você não tem do seu lado, nem um meio de comunicação que você possa confiar e recorrer a ele pra fazer qualquer tipo de denuncia contra quem comanda o mundo, e sabe porque? Todas as emissoras de radio e de TV, obedecem a uma conceçao do governo, e o governo só da essa conceçao para quem esta do lado dele, e por sua vez, o governo é governado pelos Illuminatis, e o que não esta de acordo com eles, eles tiram do ar.


 O Cinturão de Van Allen

A ida do homem a lua só não foi possível por causa de uma minúscula partícula subatómica, chamada : RADIAÇÃO.  Desconhecido de nós desde uma altitude de 1000 milhas, e estendendo-se a umas 25.000 milhas acima, se encontra pequenas bandas de radiação chamadas de : CINTURÕES DE RADIAÇÃO DE VAN ALLEN. Todas as missões espaciais tripuladas da historia, tanto dos Estados Unidos, como da União Soviética, desde a primeira em 1961, tem estado muito debaixo desse campo de radiação que é mortal. Os astronautas soviéticos mais experimentados, passaram mais de 100 horas no espaço por cada 20 dos EUA. Para poder sobreviver a uma viagem de uma hora e meia através do cinturão, que é necessário atravessar para chegar a lua e regressar, requer um escudo solido entre o astronauta e o exterior da nave. O foguete tipo Saturno 5 utilizado pela Apolo, media 35 andares de altura, e pesava o mesmo que um navio de combate. Inserir um escudo em forma de barreira rodeando por completo a tripulação, faria impossível o foguete ser lançado. É por essa razão que os soviéticos, muito mais experientes no espaço sideral, só enviaram uma nave sem tripulação a lua. Em 1998, a Espace Shutlle voou a uma altitude de 300 milhas, uma das mais altas já registradas, centenas de milhas abaixo do campo de radiação de Van Allen. Mas foi tão danoso; seus astronautas dentro da cabine que era hermeticamente fechada, e dentro dos seus trajes, mesmo com os olhos fechados, ainda viram fortes reflexos de luzes, que pareciam como disparos de estrelas, devido a radiação que penetrou na nave, nos seus trajes, e nos seus crânios, mesmo com os olhos fechados. Como resultado a TV norte americana CNN emitiu um noticiário que demonstra claramente a surpresa da NASA com esse fato, ate então desconhecido por ela.

 O Desespero Norte Americano

Quando a União Soviética lançou o primeiro satélite Sputnik em 1957, havia preocupação por parte dos EUA de que a União Soviética já havia refinado as suas técnicas espaciais. Também quando puseram o primeiro animal em órbita da terra, e depois o primeiro homem no espaço, e logo fizeram a primeira caminhada espacial, a primeira tripulação de três, e as primeiras naves simultâneamente orbitando a terra, a preocupação americana se converteu em medo, e logo em horror, ao ver como seu inimigo comunista conseguia tudo isso primeiro. E era impossível ganhar os soviéticos na corrida espacial, a qual na verdade era uma carreira de armamento tecnológico, o que poderia fazer? Como poderia a América conceber a ameaça de um armamento superior?
Através da historia de rivalidades e das guerras, astutos generais ante os exércitos de seus rivais, tem usado as mentiras e a desinformação como um método para alograr vitoria. Na segunda guerra mundial, por exemplo, colunas de tanques inflaveis foram colocados em lugares longes para ocultar as forças alemãs da verdadeira força aérea. O sistema de defesa espacial contra misseis foi alterado para parecer mais avançado do que na realidade era. E a ideia disso tudo era enganar a União Soviética sobre a rapidez de resposta militar dos EUA, durante a guerra fria.
Certamente não era possível enganar somente os russos sobre a capacidade de defesa americana nos anos 60, as mentiras atingiam também 200 milhões de americanos naquela época. Isso poderia fazer aquela população crer que os EUA tinha capacidade de ir a lua. Todos deveriam crer nisso, alem do mais o orgulho da nação americana estava em jogo, sem mencionar o crescente mal estar que ocorria em todo o pais. Havia um governo que tirava dezenas de milhares de vida em uma guerra arranjada no Vietnã cheia de contradições. E alem disso, o programa Apolo já havia gastado milhões de dólares, e se viesse a falhar com todo esse investimento, seria um gosto amargo na boca de todos os contribuentes americanos. O custo do programa cujo a única meta era de ser o primeiro a colocar uma bandeira no solo lunar, seria de 135 bilhoes de dólares. O que equivaleria a quantidade de uns 9 bilhoes de dólares que seria para os privilegiados contratistas, escolhidos por seus amigos da Nasa, e se a maquina na realidade só chegasse a órbita terrestre como as missões anteriores haviam feito, então tudo teria se acabado, e a funcionalidade dos demais componentes seria irrelevante. 135 bilhoes de dólares alimentaria a 2 milhões de pessoas por toda a sua vida. Também se poderia comprar 2 milhões de casas. Então como manter um segredo por tanto tempo. Exatamente um ano antes da primeira missão a lua, a Nasa lançou o tetra satélite; desenhado especificamente para simular dados de voo procedentes da lua, ele era utilizado para que a equipe da terra pudesse simular a aterrissagem. Muitos astronautas fizeram simulações, e essas simulações seriam utilizadas caso no voo real houvesse falta de comunicação com a terra. Se houvesse necessidade uma dessas simulações seria utilizada no momento verdadeiro do voo com algumas pequenas variações. Seriam transmitidos ao satélite para logo retransmitirem a Houston como se fosse direto da nave. Inúmeros computadores e seus operadores receberiam informações emanadas direto do satélite. Incluiriam falsas informações da nave como altitude, combustível, como se ela realmente estivesse descendo sobre a superfície da lua, e se os soviéticos conseguissem encontrar a verdadeira posição da Apolo 11, seria como encontrar uma agulha num palheiro. É certo que o programa Apolo estava muito setorizado, havia vários centros de prova e fabricações por todo os EUA, e na verdade somente umas poucas pessoas tinham vizao global do conjunto. Todas as fotos, sons e imagens que era distribuídos ao publico, eram estritamente controladas pelo governo americano e examinadas previamente. Logo após analisadas eram disseminadas sem revisão. Vamos analisar algumas dessas imagens: 


Essas fotos são as mesmas que circulam ano após ano em toda comemoração de aniversário da viagem do homem a lua. Acredita se que são dos primeiros 60 minutos da viagem lunar. Embora pudessem ter tirado muito mais fotos para cobrir todo o expediente, surpreendentemente á escassez de fotos do pioneiro chefe da missão Neil Armstrong. O maior feito da historia da humanidade, e também do homem que deu o primeiro passo fazendo eco em todo o mundo, criando uma nova era cientifica, só tinha uma foto de corpo completo na lua, e assim mesmo de reflexo ( como esta no capacete do astronauta da foto). Quem sabe por temer ser culpado caso alguém viesse a descobrir a farsa, ou talvez tenha esquecido de avaliar a autenticidade do evento. A sua assinatura esta gravada em uma placa do governo federal, e de fato mais de 40 anos se passaram desde as primeiras conferencias da Nasa a empresa, e as ocasionais aparições dos aniversários do feito onde apenas algumas perguntas foram permitidas, nunca foi dado uma entrevista diante de uma camera, a ninguém, nunca.

Partindo de um ponto de vista analítico, as anomalias fotográficas tem que se compreender baseando-se em iluminação e sombra. O mais singular de tudo é quando os objetos são iluminados apenas pela luz do sol, como deveria ter sido na lua. Depois de tudo isso, as equipes de iluminação no solo, eram pouco praticas. Então todas as sombras e margens da cena deveriam ser paralelas entre si.


Mas na ida do homem a lua podemos ver imagens com sombras cruzadas.


Essa foto pouco conhecida, obtida de uma base de dados auxiliar da Nasa, nos mostra claramente, que a cena foi iluminada por luz artificial. Essas sombras que apontam em diferentes ângulos são evidencias de que foram utilizadas uma segunda fonte de luz, alem disso, o sol jamais causaria um silhueta como essa de brilho no circulo na imagem a seguir, somente uma fonte de luz artificial atrás da sombra poderia causa-la.




Agora outra foto com um brilho superficial e sombras que se cruzam. 









E outra...

 









E mais uma vez...É simplesmente inconcebível que essa foto se houvera sido tirada com a luz do sol na lua.










Aqui as sombras se mostram escuras como pixe.





                                  





E sem nenhuma duvida nessa próxima foto, o astronauta completamente na sombra se ilumina como uma árvore de natal, como pode ser isso?











Ou essa aqui que  foi tirada do lado de sombra do modo lunar.










Essa aqui foi uma ampliação de uma foto da Apolo, provavelmente feita de papel cartão, pela dobradura na parte inferior e caracterizada pela letra C.











Em publicações posteriores dessa mesma foto, a letra desaparece, provavelmente editada. 












Nessa próxima agora, tem uma cruz que serve de guia e é gravada diretamente no negativo do filme, e que deveria portanto aparecer na frete dos objetos fotografados, porem aparece atrás do objeto, claramente evidenciando que ouve manipulação fotográfica.





 

No modulo lunar visto atrás do astronauta, claramente alguém se esqueceu de criar uma cratera, debaixo do motor, já que ele tem 10 mil libras de força de embuxo.








Já que essa cratera foi uma das preocupações da Nasa nas provas feitas em terra.











 
E o que aconteceu com as estrelas?...Na lua sem atmosfera, deveria ser um espetaculo impressionaste as estrelas. E sem duvida nunca foi mencionadas por nenhum dos astronautas em nenhuma das missões. É claro que criar um mural com todas as constelações devidamente colocadas em seus respectivos lugares, sem duvida seria impossível de realizar com exatidao. Um simples astronomo amador competente poderia ter detectado o menor erro nas medidas. A resposta? Não tocar no assunto das estrelas, jamais.
Na conferencia de empresa realizada imediatamente após a missão, essa foi a única pergunta a qual Neil Armstrong respondeu com falta de memoria. Anos mais tarde, sem constrangimento algum, Michael Collins, recordaria ter visto as extraordinarias estrelas descrevendo-as em seu livro, ´´expediçoes a lua``.
Parecia que a sua memoria melhorava quanto mais velho ele ficava, já que levaram três veículos a lua, porque jamais levaram um telescópio? Se houvessem levado um telescópio, poderiam observar o longiquo universo, muito alem do que era conhecido na época. Se houvessem levado, a lua seria o melhor local para captar galáxias desconhecidas. O custo dos três veículos lunares em dinheiro do século XXI; cerca de 60 milhões de dólares, a UNIDADE, mesmo tendo menos componentes que um jipe. Onde ia todo esse dinheiro?

 E logo temos a bandeira balançada pelo vento.

Que vento? se na lua não tem atmosfera. Só podemos intao crer que todas as missões na verdade foram encenações de estúdio, feito assim por medo de uma possível espionagem aérea por satélite de uma nação inimiga. As mochilas desenhadas especialmente para um sexto da gravidade da lua, deviam ser despojadas de um sistema de refrigeração, para permitir o movimento sem cair com o peso. Com as luzes do estúdio, tão próximas, e oferecendo muito calor, criariam um acalorado astronauta por dentro. Talvez a necessidade de contar com ar condicionado no estúdio, seguramente foi o responsável pelo balançar da bandeira.

 Mostrar um sexto da gravidade, com o trotar flutuante dos movimentos dos astronautas, se conseguiria com relativa simplicidade; A CAMERA LENTA. Mostrarei a imagem do vídeo do astronauta andando sobre a superfície lunar.







Agora mostrarei a imagem de um vídeo feito pelos astronautas dentro da nave.Fica claro intao a partir desta imagem, que os tripulantes da Apolo 11 levavam uma camera a COR de alta definição junto com eles. E sem duvida as imagens transmitidas no solo, como vimos um pouco acima, é de uma camera de baixa resolução e branco e preto. E fato, as televisões quiseram assim, porque alem disso, foram forçadas a tomar as imagens de segunda mão, tomaram diretamente da tela de projeçao de uma TV de trinta anos a trás. Por acaso não poderiam fazer uma transmissão direta por cabo? E essa atitude diminuiu a qualidade e claridade das imagens. Quem sabe não era isso que o governo federal e a NASA, tinham em mente. Melhor para eles seria mostrar algo com menos qualidade, e com numerosos cortes, do que mostrar demasiados detalhes reveladores de um cenário falso.

A pouco tempo atrás foi liberado uma filmagem na Internet que se prova autentica, é uma gravação feito de dentro da nave, mostrando como foi que os astronautas fraudularam a visão da terra de longe mostrada em uma das imagens oficiais da Nasa. O homem que estava filmando conversava livremente com a base de comando sobre como estava saindo a imagem, assim eles dentro da nave, a uma certa distancia da terra, no espaço, filmaram uma janela da espaçonave, que dava visão para a terra. Apagando a luz de dentro da nave deu a impressão que estava realmente sendo feito a gravação do solo lunar. Mas um descuido deles ao final da gravação põe tudo a perder quando quem estava segurando o papel na janela que daria a impressão da divisão da terra feita pela luz solar, acaba mexendo o papel e deformando assim o visual da terra, logo após eles acendem a luz do interior, mas o rapaz acaba esquecendo de desligar a camera, e nos mostra como tudo foi uma farsa. Vou colocar uma sequência de imagens a seguir desse feito;







 




E ai está, mais uma grande farsa comprovada dos Illuminati, somente para enganar a população. Será que as próprias pessoas que fizeram esse ´´teatro`` estavam felizes? Ou será que estavam com medo de alguém descobrir? Vamos vê uma foto da primeira coletiva de imprensa logo após a conclusão da missão de ida do homem a lua;


É, para as pessoas que concluíram o maior feito de todos os tempos desde a criação, estão muito cabisbaixos, e o porque desse sentimento já podemos imaginar; eles somente mudaram a historia para sempre em base de uma grande mentira.

7 comentários:

  1. Concordo com isso. isso realmente é uma grande mentira dos illuminati!!!

    ResponderExcluir
  2. isto comprova porque os americanos n querem fazer uma nova expediçao a lua a verdade e revelada.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. - Sombras: As sombras tem direções diferentes em fotos panorâmicas e em regiões no qual ha irregularidades no solo, evidenciado neste vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=aplbITcMRL0 -- e neste site, inclusive com diversas imagens: http://www.projetoockham.org/historia_lua_2.html 2 - A letra C: É explicada neste site: http://www.projetoockham.org/historia_lua_5.html 3 - As linhas: Não existia editor de imagens na época. Esse argumento é rebatido e explicado neste site: http://www.projetoockham.org/historia_lua_3.html 4 - A gravidade lunar é 1/6 da terrestre, o empuxo (embuxo? kkk) é bem menor. Isso é explicado aqui: http://www.projetoockham.org/historia_lua_4.html 5 - Vento: VENTO KKKKKK A bandeira se movimenta quando alguém a manuseia, qnd está livre ela não se movimenta. Sério, será que gastaram bilhões e ninguém percebeu a ventania? KKK 6 - Câmera lenta: Esse vídeo prova o vácuo e a baixa gravidade: http://www.youtube.com/watch?v=yA4Xba6xrJg e este mostra que o movimento dos objetos é fisicamente impossível em câmera rápida: http://www.youtube.com/watch?v=NxZMjpMhwNE 7 - A Terra na janela: Essa série de vídeo prova que é realmente a Terra: http://www.youtube.com/watch?v=KCUCMSBtH2k&list=PLE84A501BE98BB940 8 - Morreram num teste?? Os caras que foram a Lua morrem em um teste??? Fontes? Eu recomendo seriamente que vc pesquise muito mais antes de sair por aí falando o que não sabe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O gênio e a questão da temperatura, como eles aguentaram, pode me explicar?

      Excluir